Funchal Jazz Festival 2019
TRIOTANIC FEATURING JOÃO MORTÁGUA
JUL 11-13  |  JAM SESSIONS  |  AFTER HOURS
 
JOÃO MORTÁGUA  sax alto  alto sax
NUNO FERREIRA  guitarra  guitar
ANTÓNIO QUINTINO  contrabaixo  double bass
LUÍS CANDEIAS  bateria  drums
triotanic1.JPG
Levanta-te lá, Mortágua, ou não apareces na fotografia...

A banda residente da Titanic Jazz Jam, mais conhecida por Triotanic, vai zarpar do Cais do Sodré com destino à maravilhosa ilha da Madeira.

A ilha da Madeira, conhecida como a Pérola do Atlântico por não haver ostra igual, flutua por ser de madeira e nela decorre anualmente o mítico festival Funchal Jazz – três dias em que as noites da Madeira, bela, serão cruzadas pelas mágicas, encantadoras e multicolores sonoridades afro-americanas e, quando o Jazz sai à rua, não há rajão para ficar em casa!

Os preparativos já começaram com a instalação de baloiços e mini-golfe nos parques da cidade para melhorar o swing dos habitantes e, segundo as mais recentes estatísticas, já onze em cada dez madeirenses apreciam o Jazz ou pelo menos gostam de Brisa Maracujazz.

As jam-sessions do festival terão lugar no Scat e lá estaremos a tocar os nossos intrumentos de madeira, eu na guitarra, o António Quintino no contrabaixo, o Luís Candeias na bateria e o nosso convidado especial, o João Mortágua, no saxofone alto, que, apesar de ser de metal, é da família das madeiras.

Estaremos também no Conservatório - Escola Profissional das Artes da Madeira a revelar os segredos do Jazz aos estudantes locais e a responder às questões que sempre nos colocam nos workshops, tais como: “qual a escala para solar no 'Giant Steps'?”, “quem é o compositor do ‘the lick’? ”, “qual é a blue note mais azul?” ou “como tocar música dodecafónica numa guitarra de 12 cordas?”
Apareçam nas jams e no workshop... vai ser fun, fun, Funchal Jazz!                                                                                                            
 [texto de Nuno Ferreira]