FRED HERSCH TRIO
JUL 14 | 21:30
Fred Hersch piano
John Hébert contrabaixo / double bass
Eric McPherson bateria / drums

Premiado pela Jazz Journalists Association já em 2016 como pianista #1 do ano, Fred Hersch é, sem dúvida, um dos mais líricos intérpretes do jazz das três últimas décadas. Um toque pianístico impecável e uma impressionante “finesse” rapidamente dele fizeram o pianista de eleição, em diferentes ocasiões da década de 1980, para vários mestres de gerações anteriores, como Stan Getz, Joe Henderson, Art Farmer ou Toots Thielemans, mas Hersch cedo se apercebeu de que os formatos de piano solo e piano trio eram os que melhor veiculavam todo o seu inerente lirismo e aqueles que mais facilmente lhe facultavam um equilíbrio perfeito - e tão típico do seu estilo pessoal - entre a vertente mais meditativa e apaziguadora e os momentos mais desafiantes e revestidos de risco improvisacional. Por isso mesmo, embora nos mais de 30 discos que até hoje gravou em seu nome seja possível ouvi-lo em formatos muito diversos, cerca de um terço é em piano solo, sendo outro terço em piano trio, neste caso, com contrabaixistas como Marc Johnson, Scott Colley ou Drew Gress e bateristas como Joey Baron, Tom Rainey ou Nasheet Waits.

 PRÉMIOS E RECONHECIMENTOS  |  AWARDS AND RECOGNITION

 

  #1 Jazz Journalists Association "Pianist of the Year" 2016

  #1 Jazz Journalists Association "Pianist of the Year" 2011

  #1 Jazz Magazine "Artiste Étranger de L'année" 2015

  #3 DownBeat Critics’ Poll "Pianist of the Year" 2016

  #3 DownBeat Critics’ Poll "Pianist of the Year" 2015

  #3 JazzTimes Critics’ Poll "Piano" 2015

  #3 JazzLogical "CD Internacional" 2015 (Solo)

  # Doris Duke Performing Artist Award 2016

  # Guggenheim Memorial Fellowship 2013

  # 8 nomeações para GRAMMY®

  # Nomeação pela Jazz Journalists Association "Pianist of the Year" 2015

  # Nomeação pela Jazz Journalists Association "Trio or Duo of the Year" 2015

  # Nomeação pela Jazz Journalists Association "Pianist of the Year" 2013

  # Grand Prix du Disque de l’Académie du Jazz 2015 (Solo)

  # Grand Prix du Disque de l’Académie Charles Cros 2012 (Alive at the Vanguard)

  # Coup de Coeur de l'Académie Charles Cros 2011 (Alone)

Foi há cerca de uma década que, com o contrabaixista John Hébert e o baterista Eric McPherson, Fred Hersch formou o seu trio definitivo, com o qual se apresentará no palco principal do Funchal Jazz Festival 2016. Este último trio foi recentemente aclamado no Wall Street Journal como “One of the major ensembles of our time”, tendo a sua mais recente edição discográfica - Floating - sido alvo de duas nomeações para Grammy® (melhor álbum de jazz e melhor solo), vindo perfazer um total de 8 nomeações para Grammy® angariadas por Hersch ao longo da sua carreira.

 

Miraculosamente, Fred Hersch sobreviveu em 2008 a um estado de coma que se prolongou por dois meses, uma temática que serve de base ao musical My Coma Dreams (2011) e ao filme documental The Ballad of Fred Hersch, com edição prevista para o presente ano. Mais miraculoso ainda é que os seus dotes como pianista e compositor se tenham mantido intactos ou mesmo amplificados e melhorados, marcados por um lirismo e um perfecionismo técnico porventura ainda mais intensos do que aqueles que vinham já caracterizando toda a sua obra anterior.